Saúde

O que você precisa saber sobre o kefir de leite

26 de fevereiro de 2018

O que é?

É um alimento vivo, uma bebida fermentada rica nutricionamente e com muitos probióticos.

A palavra ‘Kefir’ vem originalmente do turco Keif que significa sentir-se bem/bem-estar”.

Os grãos de Kefir de leite constituem um conjunto de microrganismos compostos por bactérias e leveduras, que contêm muitas vitaminas, minerais, aminoácidos e enzimas, como cálcio, fósforo, magnésio, triptofano e vitaminas A, B2, B12, D e K.

Benefícios

Seu consumo modula a imunidade, desinflama o intestino, melhora a densidade óssea, combate alergias, previne doenças respiratórias, desintoxica o organismo, contribui para o processo de emagrecimento, entre outros. Mas, para preservar todas as suas propriedades, deve-se seguir as etapas de fermentação e consumi-lo fresco, quando as bactérias estão vivas. Se for aquecido, ele perde parte das funções.

Como preparar?

Preparar o Kefir de Leite é muito fácil. Os grãos são cultivados no leite de vaca (cabra ou ovelha). As bactérias e leveduras presentes nos grãos usam a caseína e a lactose do leite para se alimentar e proliferar. Elas também modificam os sais de cálcio, que se tornam mais fáceis de serem absorvidos pelo organismo humano.

  • Ingredientes:

Primeiro você vai precisar dos grãos, e os conseguirá por meio de doação. Provavemente você conhece alguém que cultiva o kefir, mas se preferir, existem muitos grupos na internet, como o Probióticos Brasil). Conforme você cultiva, os grãos irão crescer, se reproduzir, e você poderá, da mesma forma, doá-los.

Você também vai precisar, é claro, de leite integral.

Além dos grãos e leite você irá precisar de um recipiente de vidro para fermentar os grãos, um pano estilo voal ou gaze, uma peneira e um recipiente para armazenar o seu leite já fermentado, caso não consuma imediatamente.

  • Modo de preparo:
  1. Em um recipiente de vidro bem limpo coloque o leite.
  2. Adicione os grãos de Kefir – cerca de 2 a 4 colheres (sopa) para cada litro de leite.
  3. Cubra com um pano estilo voal (gaze ou fralda funcionam bem) e prenda com um elástico e deixe fermentando entre 24 e 48 horas, em temperatura ambiente e em local longe de luz.

* Importante salientar aqui que, quanto maior a temperatura ambiente mais rápido irá fermentar e, ainda, que quanto mais tempo fermentando mais ácido ficará. Faça suas experiências e veja qual o melhor método (tempo x quantidade de grãos x temperatura) é melhor para o seu paladar.

  1. Depois de fermentar, coe os grãos de kefir. Armazene o líquido fermentado em um recipiente com tampa.
  2. Retorne os grãos para um recipiente limpo com leite para reiniciar o processo.

Agora é só consumir o kefir puro, batido com frutas diversas ou em diversas receitas. Ainda há outras possibilidades, dessorar para deixá-lo mais consistente estilo iogurte grego, ou mais um pouco para virar um estilo cream cheese ou ainda um queijinho mais firme.

 Observações:

  • Não é necessário lavar os grãos entre um cultivo ou outro, pois a presença de uma viscosidade é altamente benéfica e está associada a propriedades anti-cancerígenas. Mas recomenda-se fazer isso uma vez na semana ou a cada duas semanas. Depois de peneirado, lave os grãos com água filtrada e reinicie o processo.
  • Você saberá que o kefir está dando certo quando, depois de fermentado, o leite fica mais grosso, na consistência de iogurte.
  • A coloração normal dos grãos é mais branquinha, se você encontrar algum mais escuro ou amarronzado, descarte!
  • Nunca consumir o kefir que apresentar gosto ou cheiro estranho. É normal um sabor um pouco mais ácido, mas nunca cheiro e gosto totalmente desagradável.
  • Conforme o seu Kefir for aumentando, guarde uma porção no congelador de backup e doe o excedente!

Fonte: sites

Beba mais leite

“Temperando” e GazetaOnline

 

You Might Also Like

Nenhum Comentário

Deixe um Comentário

❣ Tem um site? Escolha um de seus últimos posts para aparecer após seu comentário!
%d blogueiros gostam disto: