Mulher & Maternidade Saúde

Itália quer proibir o veganismo infantil – Pais poderão ser presos

18 de agosto de 2016

Um projeto de lei na Itália, proposto por um dos partidos mais conservadores do pais, o Forza Italia, quer  transformar o veganismo infantil em crime. Os pais que cortarem produtos de origem animal da rotina dos filhos poderão passar até 6 anos preso. Ainda há o agravante de mais 12 meses no caso da criança ter menos de 3 anos, quando deficiências na alimentação são ainda mais graves para o desenvolvimento

veganismo infantil

Foto: www.atribunamt.com.br

A proposta surgiu em função de alguns acontecimentos nos últimos anos em que crianças viraram noticia por problemas de saúde causado por dietas veganas. O primeiro caso ocorreu em 2015 onde um bebê de 11 meses teve que ser tratada por subnutrição severa. Outro caso é de uma menina de 2 anos que foi parar na UTI com deficiências de vitaminas e hemoglobina. E o caso com maior repercussão foi de uma criança de 1 anos e 2 meses que pesava equivalente a um recém-nascido de 3 meses e teve a guarda retirada dos pais, também veganos

Lei a o Projeto de lei na íntergra

O texto, afirma que o problema não esta no veganismo, desde que adotado por adultos responsáveis, ou seja, maiores de 16 anos. Abaixo desta idade, os responsáveis pelas crianças podem ser processados.

Segundo o projeto de lei, muitos decidem seguir pelo Veganismo por diversos motivos como razões religiosa, ética ou respeito aos animais mas muitos outros fazem só para se adaptar a uma moda. Para convencer ainda mais adeptos da filosofia vegana intervém por meio de propaganda descontrolada de noticias através da mídia com declarações muitas vezes infundadas cientificamente.

veganismo infantil

Foto: revistacrescer.globo.com

Ainda segundo o texto, uma dieta vegetariana ou vegan, de fato é deficiente em zinco, tipo heme ferro (conteúdo em carne e peixe), vitamina D, vitamina B12 e ômega-3.

Uma criança para crescer, precisa de proteína de alta qualidade, cuja ausência poderia comprometer o desenvolvimento. As crianças para que cresçam saudáveis e bem alimentados, devem comer peixes, onde poderá encontrar arginina, que é um aminoácido essencial para a o seu crescimento. Ao crescer, as crianças precisam de uma parcela maior de gorduras saturadas que são derivados a partir de alimentos animais; Agora, ao ser capaz de compensar o consumo de aminoácidos, com outra alimentos, permanece uma questão em aberto de deficiência de vitamina B12 e ferro heme, que pode levar a consideráveis problemas neurológica e anemia.

Diversas reportagens alertam, comprovando a periculosidade deste tipo de dietas para crianças.

Uma coisa é certa: Qualquer dieta, por conta das restrições, precisa ter um acompanhamento nutricional com um médico especializado.

Fonte: Revista Super Interessante

You Might Also Like

2 Comentários

  • Responder Lilian 7 de setembro de 2016 em 19:35

    Bem legal.

  • Responder Renan 22 de setembro de 2016 em 20:29

    Legal.

  • Comente! Sua opinião é muito importante!

    %d blogueiros gostam disto: