Viagem & Passeios

6 Passos Essenciais Para Planejar Uma Viagem ao Exterior

28 de junho de 2021

Quando vamos fazer uma viagem ao exterior, queremos aproveitar ao máximo o destino que iremos, não é verdade?

Afinal, há muitos lugares para conhecer, atrações e pontos turísticos para visitar, passeios incríveis para fazer…

Contudo, para que este tipo de viagem ocorra da melhor forma possível, é essencial, antes, fazer um bom planejamento.

Isso porque, uma viagem ao exterior não é algo simples e que todo mundo pode fazer a qualquer momento. Ela demanda tempo, dinheiro, pesquisas…

Por isso, planejá-la com antecedência é algo fundamental. E para fazer isso de maneira eficiente e objetiva, é só seguir os seis passos que separamos a seguir. Veja!

Viagem

Passo 1: planejamento financeiro

Com o real desvalorizado perante a inúmeras moedas, fazer uma viagem ao exterior definitivamente não é algo barato.

Por isso, o primeiro passo para planejar a sua viagem ao exterior, é fazer um bom planejamento financeiro.

E para isso, é de suma importância fazer pesquisas, de modo a verificar quais os gastos que você terá referente a viagem. E quando estiver fazendo isso, vá anotando todos os custos em uma folha ou em uma planilha.

Por exemplo, você precisa verificar quanto irá gastar, em média, com alimentação, transporte, passeios, passagens, hospedagem, compras, entre outros itens.

Dessa forma, ao fazer essas anotações, você terá uma noção bem mais clara e realista de quanto precisará para a sua viagem ao exterior.

Além disso, ainda neste passo, não deixe de verificar sobre a moeda estrangeira utilizada no destino, afinal, você precisará dela.

E para isso, vale a pena acompanhar o câmbio com uma certa antecedência e ir comprando a moeda de forma gradativa, aos poucos.

Assim, você conseguirá aproveitar as baixas da moeda, visto que há variações no câmbio.

E, além de levar o dinheiro em espécie, leve um cartão também. Nunca dependa apenas de um único meio de pagamento.

Passo 2: escolha do destino + data e duração da viagem

Após fazer o seu planejamento financeiro, é hora de escolher o destino e para isso, pesquise bastante na internet, analise quais opções estão de acordo com o seu orçamento e escolha aquele que mais esteja alinhado com o seu perfil.

Além disso, não deixe de avaliar também qual será a data e a duração da sua viagem, afinal, você precisa se programar bem para não ter dor de cabeça depois.

Quanto mais dias você ficar no destino, mais gastos terá. Agora, se conseguir viajar na baixa temporada, isto é, quando a busca pelo destino é menor, você poderá economizar em vários aspectos.

Por isso, avalie bem cada cenário, de modo a fazer uma boa e acertada escolha.

Passo 3: documentação e vacinas

Fez seu planejamento financeiro, escolheu o destino, a data e a duração da sua viagem? Então agora é hora de resolver um aspecto burocrático: a documentação.

Isso porque, não dá para fazer uma viagem ao exterior apenas com seu RG, CPF ou CNH – a menos que você viaje para algum país da América do Sul, como Argentina, Chile, Paraguai e Peru.

Agora, para viajar a outros continentes, você precisa, obrigatoriamente, de um passaporte válido e, dependendo do destino, de um visto também.

Por isso, ao planejar a sua viagem ao exterior, verifique quais são os documentos para que você possa viajar.

Além disso, certos destinos no exterior, exigem que os viajantes apresentem o CIVP – Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia.

Portanto, informe-se sobre isso e, caso não tenha tomado alguma vacina, “corra” para tomá-la.

E quando estiver com todos os documentos e papéis em mãos, tire cópias, tanto de maneira digital quanto impressa – isso é extremamente importante, em caso de algum problema, como perda ou roubo.

Já pensou se você perde o passaporte no exterior ou se é roubado? É claro que ninguém quer que isso aconteça, mas nunca se sabe. Por isso, é melhor estar preparado para qualquer eventualidade.

Passo 4: passagens e hospedagem

Depois de resolver a parte mais burocrática referente a documentação e vacinas, é horas de você pesquisar pelas passagens.

E para isso, utilize sites como Skyscanner, Melhores Destinos, Kayak, 123milhas e Decolar, compare preços, crie alertas e faça tudo isso com uma certa antecedência, pois assim você tem mais chances de economizar.

Além disso, não deixe de pesquisar também por uma hospedagem para você ficar no destino.

A menos que você fica na casa de um parente ou amigo, você precisará reservar um quarto em um hotel, em um resort, em uma pousada, ou ainda, alugar uma casa ou apartamento.

Atualmente, existem diversas opções de acomodação. Por isso, avalie qual está mais de acordo com o seu perfil e orçamento.

Passo 5: roteiro

Comprou as passagens e reservou a hospedagem? Então agora é hora de montar o seu roteiro, afinal, ele será bastante útil para você se organizar quando estiver no destino.

Sendo assim, para este passo, pesquise bastante na internet, veja dicas e recomendações de outros viajantes, e monte o seu roteiro com os melhores lugares, atrações e passeios para fazer.

Apenas uma observação: seja realista. Não coloque diversas atividades por dia em seu roteiro. Faça algo que você consiga seguir e claro, aproveitar.

Se você colocar muitas coisas por dia, além de ficar cansado, poderá se frustrar, caso não consiga cumprir o roteiro – e isso você não quer, certo? Portanto, objetividade é a palavra.

Além disso, seja estratégico ao montar o roteiro, pois certas atrações, pontos turísticos, etc. ficam próximos um do outro, então você pode aproveitá-los no mesmo dia, de modo a reduzir deslocamentos e a economizar com transporte.

Passo 6: bagagem

Ufa, finalmente chegamos ao sexto passo. Aqui, é hora de você começar a montar a sua bagagem.

Porém, para não errar, antes de começar a fazê-la, pesquise na internet como estará o clima do destino durante os dias que estiver lá. Frio? Calor? Ou com temperaturas mais amenas?

Isso porque, assim você conseguirá montar uma bagagem mais objetiva, sem exageros e, principalmente, mais assertiva.

Se o destino que você for estiver com temperaturas próximas aos 30 °C, tem porque levar blusas, toucas, jaquetas e luvas? Não, não é verdade?

Portanto, seja estratégico ao escolher suas roupas, peças e acessórios. Além disso, não esqueça dos itens de higiene, do kit de medicamentos e de carregadores e adaptadores de tomada.

Dica extra: estacionamento

Achou que tínhamos acabado? Calma que ainda temos mais uma dica para você!

Se no dia da sua viagem você for com seu carro até o aeroporto, é importante que reserve, com antecedência, uma vaga em um estacionamento para deixá-lo enquanto estiver fora.

No entanto, em vez de optar pelo estacionamento interno do aeroporto, opte por uma opção que fique próxima.

E sabe por quê? Porque assim você conseguirá economizar com as diárias – e claro, não deixará a segurança de lado, que é o mais importante.

Então, por exemplo, se você mora em São Paulo, pesquise durante o seu planejamento por um estacionamento perto aeroporto Guarulhos.

Dessa forma, você manterá o seu veículo seguro enquanto estiver viajando e ainda conseguirá uma boa economia – o que é sempre bem-vindo, não é verdade?

E então, pronto (a) para planejar a sua viagem ao exterior? Esperamos que as dicas e informações apresentadas neste artigo tenham lhe ajudado.

Leia também Seguro viagem – Confira tudo o que precisa saber a respeito

You Might Also Like

Nenhum Comentário

Comente! Sua opinião é muito importante!

%d blogueiros gostam disto: