Educação & Comportamento Mulher & Maternidade

Amizades não precisam ser eternas

28 de julho de 2016

Outro dia, listei algumas coisas que tinha aprendido nestes meus 37 anos e nesta lista eu dizia que amizades podiam ser transitórias.

Algumas pessoas me escreveram discordando, outras ficaram sem entender o que eu queria dizer . Por esta razão, resolvi fazer este post.

A gente desde pequeno percebe o quanto é bom ter amigos. Acho que é a primeira relação não familiar que estabelecemos nesta vida. E não há nada melhor que ter um amiguinho/amiguinha para brincar na infância.

Crescemos e os amigos de infância/juventude nem sempre continuam nossos amigos e por várias situações. E é aí que quero chegar.

Amizades

Estes amigos de infância, adolescência podem não estar mais nas nossas vidas adultas mas foram nossos amigos um dia. Muitos deles nossos melhores amigos. O fato de não estarem mais presentes no nosso dia a dia não tira a importância que tiveram. A amizade pode ser eterna mas quando não é, não perde o título de amizade como ouço tantos falarem.

Na minha adolescência, lá pelos meus 13 anos, minha melhor amiga era a Luciana Oliveira. Éramos unha e carne, verdadeiras confidentes de crimes. Mas nossa amizade durou apenas 3 anos. Nos afastamos em virtude da rotina de cada uma que foi mudando. Deixamos de ser a melhor amiga uma da outra. Mas jamais vou esquecer que nesta fase, ela foi minha melhor amiga. Hoje, passado mais de 20 anos, quando nos encontramos, porque moramos muito perto uma da outra, a gente resgata um pouco daquela cumplicidade e é como se o tempo não tivesse passado. A sensação é muito boa e a gente percebe que aqueles anos criaram um vínculo que permanece.

Pra mim, a amizade não precisa ser eterna para ser considerada uma amizade. Ela pode durar um dia e ter valido por uma vida. Porque o que vale na amizade é o valor que ela tem ou teve pra você, o tempo é irrelevante. Cultivar amizade é importante sim mas precisa ser algo prazeroso e natural. Ter que estar sempre presente na vida de alguém para ser considerado amigo me dá a sensação de regra, obrigação. E eu não gosto disso. Gosto mesmo ainda de amizades obsessivas, daquelas que parecem depender da outra pra ser feliz.
Talvez seja por isso que eu tenha tão poucos amigos de verdade. Mas eu prefiro assim.

Outra coisa que considero importante é não idolatre ou colocar amigos em um pedestal. As amizades precisam ser tratadas com leveza e não como uma realeza onde você é o súdito ou você o rei/rainha. A admiração pode existir, na maioria das vezes é o grande motor da relação. Mas esta admiração precisa ser tipo “pé no chão”. Caso contrário, quando surgir algo que contrarie o que você esperava a sua decepção pode ser muito grande e aquela amizade se rompe simplesmente porque suas expectativas não foram atendidas.

Amizades

Para meus filhos, eu procuro ensinar o valor que uma amizade tem e o quanto ela é importante. Mas também explico, embora eles ainda sejam pequenos para entender, que eles não devem nunca modificar o que são para agradar alguém. E que se um dia para ser amigo de alguém tenham que se transformar em outras pessoas abram mão. Porque uma coisa que a gente não pode perder nunca nesta vida, por amizade nenhuma inclusive, é a nossa essência, autenticidade.
Amizade precisa chegar na nossa vida para somar e não para nos fazer ser o que não somos. Quando se há muita exigência e cobrança numa amizade é preciso repensar e avaliar se tá valendo a pena. Já que não podemos escolher os parentes, que possamos pelo menos escolher os amigos.

You Might Also Like

3 Comentários

  • Responder Mariana Jurema Barbosa Teixeira 28 de julho de 2016 em 21:27

    Concordo plenamente já me decepcionei muito com amizades, esperava sempre muito das pessoas, hoje já não me preocupo mais, tenho poucos amigos mais fiéis.
    Bjs
    Mari
    Vamosmamaes.com.br

    • Responder Mislene Rocha 2 de agosto de 2016 em 17:12

      Mari
      Obrigada por vir aqui e comentar. É isso ai. Amizades não precisam ser muitas para valer por muitas.
      Bjs
      Mislene

  • Responder Lúcia 31 de agosto de 2016 em 22:47

    Gostei.

  • Deixe um Comentário

    ❣ Tem um site? Escolha um de seus últimos posts para aparecer após seu comentário!
    %d blogueiros gostam disto: