Saúde

Psoríase pode se agravar no inverno

29 de junho de 2017

Por que isto acontece? Clima mais seco, banhos quentes e roupas pesadas levam à desidratação da pele, intensificando a descamação. A PhD consultora da Biobalance Natural Immune Support comenta o assunto.

Como toda doença crônica, a psoríase é uma condição da pele que exige cuidados especiais. Apesar de serem relevantes ao longo do ano, no inverno, estes cuidados devem ser intensificados. É que a doença, que consiste no surgimento de lesões avermelhadas e descamativas em formas de placas em diferentes partes do corpo, como rosto, membros, costas, couro cabeludo e unhas, pode se agravar na estação mais fria do ano, fazendo com que algumas de suas características se intensifiquem.

“A psoríase não é contagiosa e possui tratamento. Sem causas conhecidas, sabe-se que está relacionada com uma possível disfunção no sistema imunológico que faz com que os linfócitos T, que são responsáveis pela defesa do organismo, ataquem as células da pele, que se multiplicam desordenadamente. No final, as células mortas da pele não são eliminadas corretamente, surgindo então as placas espessas e descamativas da psoríase”, esclarece a Dra. Maria Inês Harris, PhD consultora da Biobalance Natural Immune Support. “A doença ocorre em ciclos. Além de ter possíveis componentes genéticos, pode ser desencadeada por um fator externo, como o estresse”.

Banhos muito quentes, o ar seco e frio e roupas pesadas, de tecidos sintéticos, tendem a piorar o problema. Além de tornar a pele mais seca, estes fatores acentuam o processo descamativo comum da psoríase, e com isso vem a coceira e até dor, já que as lesões podem se transformar em feridas, quando não tratadas.

Hoje, já existem opções de produtos para a psoríase que não contém corticoides. É o caso do creme EctoPURE®, livre de parabenos e fragrâncias e que contém Ectoin, matéria prima extraída de micro-organismos que vivem em ambientes com altas doses de radiação UV, quentes e extremamente salinos, como os gêiseres, e que promove a regeneração e a hidratação da pele, sendo um excelente adjuvante na melhora do quadro da doença. Pesquisas clínicas conduzidas pela Derma Consult GmbH, da Alemanha demonstraram a eficácia de Ectoin na redução do eritema da pele irritada e na melhora da barreira cutânea, aumentando a hidratação e diminuindo a perda de água. O creme EctoPURE® é encontrado exclusivamente em farmácias de manipulação, nas apresentações de 3,5% e 7%.

Quem tem psoríase deve ficar constantemente atento aos sintomas para evitar crises e controlar o impulso de esconder as lesões para evitar o estranhamento das pessoas que não conhecem a doença. “Esse é um dos principais motivos que interferem na qualidade de vida de quem convive com a psoríase. Então, o caminho certo é seguir à risca o tratamento recomendado”, afirma a Dra. Harris.

Sobre a Biobalance Natural Immune Support – A linha Biobalance visa promover saúde e bem-estar, através de produtos inovadores, naturais e de alta qualidade, que tenham por finalidade estimular as defesas naturais e o equilíbrio fisiológico do corpo humano. Suas linhas abarcam OmegaPURE, que tem a maior concentração de ômega-3 na menor cápsula do mercado, e EctoPURE, cremes calmantes de uso tópico que auxiliam na redução de processos inflamatórios da pele, sem o uso de corticoides.

Para saber mais acesse o siteFB e Instagram.

SAC: sac@biobalance-nutraceuticals.com ou 0800-771-8438.

You Might Also Like

25 Comentários

  • Responder Marcelly Santos 29 de junho de 2017 em 18:35

    Jussara Lopes

  • Responder Livia Pitaro 29 de junho de 2017 em 19:01

    Ana Souza

  • Responder Sandra Martins 29 de junho de 2017 em 19:42

    Valeria Eugênio

  • Responder Ana Souza 29 de junho de 2017 em 20:45

    Obrigada, Livia.

  • Responder Marcelle Sales 29 de junho de 2017 em 20:47

    Olha Patricia Costa Cerqueira

  • Responder Lívia Laurito Machado 29 de junho de 2017 em 22:11

    Angela Laurito

  • Responder Tamiris Andreza Martinezi 29 de junho de 2017 em 23:09

    Thais Thais Da Silva Frediane Bianca Da Silva Frediani mostra pra sua mãe …

  • Responder Rodrigo Tatty Panoinko 29 de junho de 2017 em 23:22

    Mari Celestino

  • Responder Ingrid Orequio 30 de junho de 2017 em 00:56

    Marize Oréquio

  • Responder Bruna Nerlich Letieri 30 de junho de 2017 em 02:19

    Alessandra Ribeiro

  • Responder Marize Oréquio 30 de junho de 2017 em 05:07

    É não é mole não!

  • Responder Ana Maria Sobrinho 30 de junho de 2017 em 06:42

    Aiai como se livrar disso?!!

  • Responder Silvaneide Lira 30 de junho de 2017 em 18:11

    Maria Euza

  • Responder Maria Euza 30 de junho de 2017 em 18:47

    Muito triste…..minha irmã sofre a 30 anos…

  • Responder Tatiane Rodrigues 30 de junho de 2017 em 20:07

    Carolina Rodrigues

  • Responder Tatiane Rodrigues 30 de junho de 2017 em 20:07

    Janaína Santos leia pra mãe

  • Responder Leyla Fontes 30 de junho de 2017 em 22:43

    Olha aí pai Carlos Jose Parente

  • Responder Gislaine Cristina 30 de junho de 2017 em 23:08

    Dirce Cunha

  • Responder Cristina Moura 30 de junho de 2017 em 23:35

    Mel Sal Flávia Moura

  • Responder Ivone Rodrigues 1 de julho de 2017 em 00:10

    Ariane Laurentino

  • Responder Silvia Morais 2 de julho de 2017 em 12:27

    Juliana Maria Silva

  • Comente! Sua opinião é muito importante!

    %d blogueiros gostam disto: