Arte Livros

Alice no País das Maravilhas

28 de outubro de 2015

Alice_no_Pa_s_das_Maravilhas

Que a história do Alice já faz parte do imaginário da maioria das pessoas, ninguém duvida. Ainda mais quando as várias adaptações e releituras estão aí para comprovar o quanto todo o universo criado por Carroll se tornou inspirador. Mas até onde vai a própria criação do autor e os devaneios de outros escritores, é apenas com a leitura dessa fantástica narrativa que podemos observar.

 Quando decidiu seguir um coelho que estava muito atrasado, Alice, caiu em um enorme buraco. Só mais tarde descobriu que aquele era o caminho para o País das Maravilhas, um lugar povoado por criaturas que misturam características humanas e fantásticas, como o Gato, o Chapeleiro e a Rainha de Copas – e que lhe apresentam diversos enigmas…

 Alice não poderia se sentir mais entediada do que está ao ter que observar sua irmã lendo enquanto não há absolutamente nada para ela fazer. No entanto, logo ela observa um coelho branco passar apressado e reclamando das horas enquanto segue em direção a uma toca. Surpresa com o estranho modo dele se vestir, ela corre na tentativa de alcançá-lo sem se preocupar em como faria para sair dali. Mas para sua infelicidade, o coelho rapidamente desaparece e logo ela se vê sozinha em um estranho mundo.

 Determinada a tirar proveito da situação, ela inicia uma expedição no lugar que lhe rende experiências tão inusitadas quanto encolher e esticar, conversar com uma lagarta, ver um bebê se transformar em um porco, tomar chá com um Chapeleiro um tantinho maluco e ainda, jogar croquê com uma Rainha que não suporta ser contrariada e que pune todos com um sonoro: “Cortem a cabeça!”. Encantada com tudo, apesar de não saber como voltará para casa, Alice se entrega a todas as estranhezas do país das Maravilhas.

Um livro que carrega consigo o poder de fazer o leitor se sentir em casa mesmo quando é a primeira vez que ele está sendo lido, certamente é um livro que merece ter um lugar de destaque não só na estante, como também, no coração daquele que o está lendo. Pelo menos foi essa a conclusão que eu cheguei após passar horas fantásticas com Alice, perdida em um universo mágico onde tudo pode acontecer.

Pois é com uma narrativa fácil e acessível que o autor Lewis Carroll vai mostrando cada peculiaridade descoberta por Alice em um lugar onde valiosas lições podem ser tiradas mesmo quando a própria protagonista se mostra relutante em reconhecê-las. Mas não é só isso. Acompanhada de ilustrações belíssimas de Helen Oxenbury, essas aventuras se elevam a um novo patamar de encantamento quando vemos que mesmo quando nada parece fazer sentido, os personagens de Carroll podem ser reais na imaginação de qualquer um, desde que esse esteja disposto a acreditar naquilo que lhe está sendo contado.

Repleto de canções, histórias e poesias. O autor criou uma obra completa que deveria fazer parte da vida do leitor desde sua infância. Principalmente se for nessa edição incrível produzida pela editora Salamandra, que não só caprichou na diagramação e nas ilustrações do livro, como também, em tudo que se refere ao box que esse livro faz parte. Sinceramente? Essa foi uma das edições mais lindas que tive o prazer de ver. Somando isso a riqueza da própria narrativa do Carroll, posso dizer com tranquilidade que este é um livro essencial na estante de qualquer apaixonado por literatura de qualidade.

 

Texto extraído do site: www.mundodoslivros.com

You Might Also Like

Nenhum Comentário

Deixe um Comentário

❣ Tem um site? Escolha um de seus últimos posts para aparecer após seu comentário!
%d blogueiros gostam disto: