Alergias Saúde

Menina de 11 anos morre em reação alérgica à pasta de dente

24 de abril de 2019

Denise Saldate, 11 anos, sofreu uma reação anafilática rápida à proteína do leite de uma fonte inesperada: um novo creme dental prescrito.

“Ela era meu raio de sol, ela era a luz da minha vida”, disse Monique Altamirano sobre sua filha em entrevista à Allergic Living. Denise tinha 11 anos, era a caçula das quatro irmãs.

Denise Saldate

Em 4 de abril, Monique levou Denise ao dentista. Como a menina tinha algumas manchas em seus dentes, a dentista sugeriu a pasta de dente para tratamento, dizendo que isso deveria ajudar a fortalecer o esmalte dos dentes Monique disse que a família trabalha com um alergologista desde que

Denise foi diagnosticada pela primeira vez com alergia ao leite, quando tinha apenas 1 ano de idade. Sempre leu atentamente os rótulos dos alimentos dos alérgenos da filha (ela havia superado alguns) e ensinou para todos de casa a fazer o mesmo. Nem a mãe e nem a filha tiveram a menor suspeita do ingrediente leite contido na pasta de dente, até porque, sempre leu rótulos deste tipo de produto e nunca havia constatado nada que ocasionasse alergia.

Reação rápida

Denise já havia tido algumas reações alérgicas ao longo dos anos, mas nada comparado a este episódio. Na noite do ocorrido, ela começou a escovar os dentes com sua nova pasta. Estava acompanhada da irmã de 15 anos que contou que Denise, logo após começar a escovação, começou a chorar e correu para o quarto da mãe. “Ela dizia: ‘Acho que estou tendo uma reação alérgica à pasta de dente’, seus lábios já estavam azuis”, disse a mãe.  A mãe conta que colocou a filha em sua cama e correu para pedir que ligassem para o 911. Em um ato de desespero, ouvindo a filha dizer que não podia respirar, não conseguiu esperar os paramédicos e saiu desesperada na rua para encontra-los. Mas a filha não resistiu e faleceu no hospital.

Monique e a filha, Denise (Reprodução Facebook/Divulgação)

A experiência de Denise é o pior medo de toda a família que tem alguém com alergia alimentar. Em meio à vigilância 24 horas por dia, 7 dias por semana, necessária para administrar a alergia alimentar, houve um descuido, uma exposição de uma fonte inesperada. E isso levou a uma reação fatal de uma criança.

Como se constatou, havia um pequeno aviso no rótulo da pasta dessa marca informando que ela continha o ingrediente Recaldent e a proteína do leite na embalagem.

Fontes:  Allergic Living

Denise Saldate

Algumas recomendações do site da Alergista e imunologista Érica Azevedo 

  • Leia e releia o rótulo! Toda vez que você for comprar um produto, mesmo que seja um produto que você já conhece, você deve ler o rótulo novamente. Isso porque as marcas podem mudar sua fómula e incluir ingredientes novos a qualquer momento, sem aviso prévio.
  • Também é bom reler os rótulos ao guardar o produto e antes de servir à pessoa alérgica, pois como as letrinhas são pequenas, às vezes alguma coisa pode escapar.
  • Como algumas vezes não se colocam ingredientes em pequenas quantidades, é sempre bom comparar os rótulos de produtos similares, se um biscoito leva leite, é provável que outro igual leve também e o rótulo seja menos claro.
  • Cuidado com termos coletivos como tempero, aroma e corante, pois dentro desses pode conter leite. Por exemplo, “corante caramelo”, esse termo pode indicar a presença de leite no produto.
  • Desconfie do termo “sem lactose”, leite sem lactose tem proteína do leite e não pode ser consumido por pacientes alérgicos. Além disso, a lactose é o açúcar do leite, e pode conter traços da proteína.
  • Evite também ingredientes que podem fazer reação cruzada com o leite de vaca, como leite de ovelha ou de cabra.
  • Sempre desconfie de certos alimentos, mesmo que não tenha descrito leite nos ingredientes, como por exemplo: biscoitos, achocolatados, pudins, embutidos, sorvete, bolos, tortas, pães, purê
  • Lembre-se que não são só os alimentos que podem ter traços de leite em sua composição, por isso é importante também ler os ingredientes nas bulas de medicamentos.
  • Sempre nos casos de dúvida podemos ligar para o SAC (serviço de atendimento ao cliente), o telefone vem na embalagem do alimento. Devemos perguntar se o alimento leva leite, é melhor que perguntar quais são os ingredientes do produto.

Fonte: Allergic Living

You Might Also Like

Nenhum Comentário

Comente! Sua opinião é muito importante!

%d blogueiros gostam disto: