PÁSCOA

Páscoa – saiba como escolher o melhor chocolate

17 de abril de 2019

Além do sabor inconfundível, o chocolate pode ser uma fonte energética e de nutrientes importantes ao organismo. Por isso, aproveite que a Páscoa está chegando e saiba como escolher um chocolate saudável e nutricionalmente equilibrado.
 
Além de boas quantidades de cálcio, cobre e magnésio, um dos principais componentes presentes no chocolate são os chamados compostos bioativos, grupo de substâncias cuja capacidade antioxidante pode reduzir a ação de radicais livres, moléculas prejudiciais ao organismo e que podem acelerar o envelhecimento precoce e o surgimento de doenças. Mais especificamente, os flavonoides presentes em chocolates com alto teor de cacau, são os compostos bioativos mais importantes desse alimento, e estão associados a redução no risco de doenças cardiovasculares e certos tipos de cânceres, por exemplo, em razão de sua função antioxidante.

O que determina a qualidade do chocolate que consumimos é a concentração de amêndoas de cacau presente no produto, isto é, a concentração de cacau é proporcional à quantidade de antioxidantes presentes no alimento. Embora o consumidor, geralmente, opte pelo chocolate ao leite, este possui, em média, 30% de cacau em sua composição e, consequentemente, reduzido teor de componentes antioxidantes em comparação à versão meio amarga, que possui cerca de 41% de cacau, e amarga, com 70% ou mais de cacau. O chocolate branco, por sua vez, elaborado a partir de manteiga de cacau, açúcar e leite, possui, aproximadamente 4% de cacau.

Portanto, o consumidor deve dar preferência aos chocolates amargos de boa procedência, uma vez que são fabricados a partir de uma elevada concentração de cacau, baixa adição de açúcares e sem o acréscimo de leites e/ou derivados. Além disso, diversos estudos na literatura observaram que o consumo moderado de chocolate com alto teor de cacau, além de não impactar no peso ou no nível glicêmico dos indivíduos, se mostrou capaz de melhorar o perfil lipídico e diminuir a pressão arterial, colaborando para a prevenção de doenças do coração. No entanto, é importante ressaltar que, quando consumido em excesso, o chocolate pode impactar negativamente na saúde, promovendo o ganho de peso e alterações na glicemia.

Portanto, nesta Páscoa, invista na escolha de ovos que contenham, preferencialmente, o chocolate amargo, para obter o melhor dos benefícios desse alimento, evitando também os exageros. Seguindo esses passos, o chocolate pode sim fazer parte de uma alimentação equilibrada e saudável.

Fonte: Caroline de Aquino Guerreiro – nutricionista da E4
CRN-3: 56034

You Might Also Like

Nenhum Comentário

Comente! Sua opinião é muito importante!

%d blogueiros gostam disto: