Empreendedorismo

Sucesso é muito mais do que conquista material

24 de julho de 2019

Conforme a psicóloga Fernanda Tochetto, para ser bem-sucedida a pessoa precisa, entre outras coisas, buscar equilíbrio entre vida pessoal e profissional

Sucesso

Definir o sucesso é uma tarefa delicada e complexa, até controversa, pois nem todo mundo compartilha dos mesmos conceitos sobre o que é ser uma pessoa bem-sucedida. Para a psicóloga Fernanda Tochetto, a ideia corrente a respeito do tema passa pela conquista e realização material, como, por exemplo, bens que possui e lugares para onde viajou. Tochetto afirma, porém, que o sucesso se encontra muito além das coisas que as pessoas podem enxergar, envolvendo diversas dimensões do ser humano, tais como as relacionadas com sua vontade.

Conforme a psicóloga, o sucesso pode ser determinado de quatro maneiras. São elas: a busca pelo equilíbrio entre vida pessoal e profissional; o basta das pequenas desculpas que travam o início de qualquer ação; a valorização do cotidiano, aproveitando todos os momentos do dia para colocar em prática os planos e projetos; e a realização dos objetivos propostos, o que leva a pessoa a se sentir bem consigo mesma e em plenitude.

Para alcançar esse tipo de sucesso, Tochetto sugere um passo a passo. De acordo com a psicóloga, o começo de todo o processo reside no acreditar nos objetivos que deseja conquistar. O segundo passo é intencionar. “Ao mostrarem um desejo muito grande pela realização, as pessoas comunicam essa intenção do consciente para o subconsciente, obtendo o foco necessário para fazer o que precisa ser feito”, destaca.

A terceira etapa é a tomada de decisão, seguida rapidamente pela ação. Após isso, vem um dos passos mais importantes que é dedicar-se a continuidade do projeto e comprometer-se verdadeiramente com sua melhoria. “É preciso entender que o resultado alcançado, para ser mantido, precisa de uma jornada de humildade, baixa arrogância e muita dedicação. Só assim, com pequenos passos, construções, é possível evoluir e chegar ao lugar a que se propõe”, afirma Tochetto.

Além desses movimentos, a pessoa que deseja estabilidade no sucesso, desviando-se da trajetória clássica de conquistas e derrotas, picos e vales, deve cuidar de maneira contínua, segundo a psicóloga, de quatro eixos fundamentais: amor e família; profissão; saúde física e emocional; e fé.

Conforme Tochetto, amor e família são a base para todo o resto. “Receber e dar afeto empodera qualquer ser humano”, diz. Segundo a psicóloga, a família é quem educa e compartilha crenças, permitindo através delas que o ser humano possa se desafiar a aprender, a fazer diferente e evoluir. “Invista nesse maior patrimônio que é a família, porque quando precisar é com eles certamente que poderá contar”, assegura.

Por sua vez, a realização profissional vem do propósito e do estudo. Primeiro, é preciso gostar do que faz. De acordo com Tochetto, se a pessoa se deprime sempre que a semana reinicia e com ela mais um ciclo de trabalho, é indício de que alguma coisa não vai bem e isso pode estar afetando o progresso na profissão. Se a pessoa busca sucesso nessa esfera, ela precisa fazer aquilo que tem vontade. Nunca é tarde para recomeçar”, diz. Encontrando-se profissionalmente, o próximo passo, segundo a psicóloga, é dedicar-se, estudar, especializar-se na área.

No que tange à saúde física e emocional, Tochetto recomenda cuidar das horas de sono, da alimentação e praticar exercícios físicos. O lazer – momentos de pausa no trabalho e diversão – também é essencial.  Mais especificamente sobre o aspecto emocional, a psicóloga ressalta a importância do autoconhecimento e do autocontrole. “Compreendendo a forma como se comporta diante das mais variadas situações, a pessoa consegue ativar o controle das emoções, positivas ou negativas”, explica. E ao controlar essas emoções, a pessoa consegue enfrentar as circunstâncias com maturidade, obtendo resultados satisfatórios.

Já a fé, para Tochetto, significa algo muito além de religiosidade. Trata-se de convicção sobre as coisas, de crença no agir e fazer. “A fé mobiliza, encoraja à ação. Sozinha não é responsável por resultado, mas impulsiona a performance”, declara.

Por fim, Tochetto sublinha que quem efetivamente almeja construir e dar continuidade ao que se propõe precisa cuidar desses quatro eixos como se fossem o gatilho do sucesso, a estrutura da máquina ser humano, composta pelo aspecto físico e emocional.

Leia também Como gerenciar melhor o seu tempo

Fonte: Jimenes Comunicação

Imagem: https://blog.fernandatochetto.com.br/properidade/beneficios-para-se-tornar-intraempreendedora/

 

You Might Also Like

Nenhum Comentário

Comente! Sua opinião é muito importante!

%d blogueiros gostam disto: